uma casa aberta a quem queira entrar

.posts recentes

. Os Retornados - Um Amor N...

. twilight

. adeus Johnny Castle

. de volta...

. ai... ui... que me dói as...

. a caminho dos 30... e 1

. A maior descoberta depois...

. de Sabrina a Salazar

. mensagem do além

. especial dia internaciona...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

9/11

Parece que foi ontem e, no entanto, este é o 5º aniversário daquele terrível dia em que o mundo sentiu o que o fanatismo religioso é capaz.

Tenho uma memória muito definida desse dia. Lembro-me das imagens a passar na TV , as mesmas que ainda hoje me causam arrepios: os aviões a baterem nas torres, pessoas a saltarem das janelas na esperança de salvarem as suas vidas, as torres a caírem... Mas o mais impressionante, para mim, eram os funerais dos bombeiros e dos polícias que aconteceram nos dias seguintes: centenas e centenas de pessoas que se dispunham durante kilometros para saudarem aqueles que deram a vida pelos outros.

Lembro-me que nessa altura, os EUA eram alvo de várias contestações e que muitas pessoas diziam que era a paga por aquilo que andavam a fazer. Sempre discordei disso por uma única e simples razão: no meio disto tudo só morreram pessoas inocentes, grande parte delas nem americanas eram.

Fica aqui a minha homenagem a todos as vitimas deste e de todos os outros atentados (Bali, Madrid, Londres...) e rezo para que Portugal não tenha nunca que celebrar o dia 11.

publicado por tartaruga às 15:59
link do post | comentar | favorito

.olha pra mim aqui

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.subscrever feeds